4 Comentários

Sobre sentir demais

Sei que abandonei o blog por algum tempo, mas eu sou uma pessoa muito intensa no “sentir”.  Eu sinto tudo demais. Ansiedade, alegria, tristeza, decepção… enfim, isso influencia demais na regularidade como faço as coisas, e eu, sinceramente, não queria ser assim.  Se pudesse escolher, seria como aquelas pessoas que têm uma “crosta” dura por fora, até sofrem por dentro, mas não se deixam abater publicamente nem afetar as suas ações diárias por conta disso. Eu não sou assim.

Quando estou me sentindo bem as coisas fluem, a criatividade fica a mil, produtividade, realização de planos (que dependam somente de minha iniciativa) e eu vejo frutos das minhas ações, o que me levam a fazer mais coisas assim.

Mas quando algo, pelo que minha ansiedade me deixou eufórica ao final não acontece eu tenho o extremo oposto disso tudo acontecendo bem aqui. Não tenho vontade nem de levantar da cama, e às vezes nem levanto, procrastino coisas simples de serem realizadas e deixo os problemas acumulando sem mover uma palha para amenizar a situação. Me entrego totalmente.

Queria poder controlar esses extremos. Não criar tanta expectativa de coisas que nem conquistei, para não sofrer como se as tivesse perdido. É complicado “sentir” tanto, pensar tanto, imaginar tanto…

E estar presente aqui compartilhando os meus sentimentos às vezes não é possível por esse próprio desânimo que me pega ocasionalmente.

Pedi um tempo nos CT’s para poder colocar a cabeça no lugar, tentar enxergar qual o melhor caminho a seguir e entender quem eu sou no momento.  Não quero ser como aqueles caras dos filmes que ficam na sala assistindo tevê em frente a uma mesinha cheia de Ruffles e Doritos e várias latinhas vazias de cerveja e refrigerante. Eu quero muito mais que isso, mas no momento, estou passando por uma fase meio esquisita, nada produtiva e que pode ser importante de alguma forma para o meu futuro.

Vou tentar estar mais ativa nos próximos dias e trazes novidades. Páginas que andei fazendo, falar sobre onde estive por esses dias, como a Bienal do Livro em SP… enfim, se conseguir controlar a confusão de sentimentos, estarei por aqui.

Mas talvez ainda precise de mais tempo. Seja o que for.

Beijos,

4 comentários em “Sobre sentir demais

  1. Menina, a gente foi tipo separada na maternidade, num é possível. Até nisso somos tão parecidas!! Sinto muito por esse seu momento. Sei bem como é… é péssimo sentir isso de não querer essa vida que comentou, mas não ter força para mover uma palha… isso é memso fo*!

  2. Brigada, Dani… é verdade, somos parecidas mesmo!! =)
    Adorei os novos planos que está fazendo e espero mesmo que todos se realizem!
    Beijão!!

  3. ô amiga, que barra. Fica triste não. Tô na torcida pra vc ficar animadinha o quanto antes viu?
    beijocas e conte comigo pro que precisar

  4. Obrigada, Mitia. Saiba que já me ajuda muito com os assuntos legais que vc posta.
    Desculpe a demora em responder. Eu ainda não sou uma blogueira muito boa… rsrs

    bjs

Deixe seu comentário sobre o post!! Bjs!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: